SuperflexgabrielaHermes_zerobannerr

Você já ouviu falar em estado de fluxo, o flow…? Sim, com certeza vamos falar sobre este mecanismo da nossa mente, este estado de consciência profunda que nos leva à excelência, às tomadas de decisões que podem, de fato, mudar a nossa vida. Vamos falar muito sobre isso por aqui, o estado de fluxo. E também sobre Esporte Sustentável, ou Esporte e Educação Física e o papel deles na promoção do Desenvolvimento Sustentável. Recomendo a Leitura de um artigo de um dos meus mestres na pós da COPPE/UFRJ (Meio Ambiente) Haroldo Mattos sobre “os descaminhos do desenvolvimento”, aponta como prioridade a construção do capital social, meus caros conterrâneos. Meus estudos para o mestrado caminham por descaminhos, vamos ver que estruturas paralelas são essas que surgem no Brasil, capazes de levar o esporte educacional para todos por meio de redes e alianças multisociais!

Meu jeito de dar um olé na crise é o estudo continuado, vou dar aulas, gosto de compartilhar conhecimentos. No início era um blog “Conhecimento Sustentável” depois se desenvolveu para o site do Movimento que criei em 2012 www.mentesdeferro.com (esporte e sustentabilidade nas entrelinhas). Vocês estão como agora? atualizados a cerca de … MIM 🙂

Mas foi lá… Lá na Barra da Tijuca – fomos uns dos primeiros moradores – não é que eu dava pinta de quê? de surfista! kkkkk Era bem verdade que eu caia na água para dar umas paqueradas, uhm termo old school… melhorando, entrava na água para azarar mesmo. Só tinha surfista gato no meio da Barra e com eles agitava as festas. Enquanto isso.. via a Glenda Kozlowisky e a Mariana Nogueira se lascando de treinar, disputando as melhores ondas do meio da Barra, eu ficava como? como uma onda no mar! afe! mas ainda vou surfar!

Dancei, nossa como dancei! e danço, todas as danças! Curto mesmo: Contemporâneo, me amarro na cultura hip hop, fiz Jazz na Carlota Portela, Jazz com Marli Tavares no melhor estilo jazzão de Lennie Dale, fiz Superflex, me achem aí na meiuca do palco afe, como eu fazia essas coisas?? treino, diversão e muito, muito suor para minha coreografa Soraya Fracho

Faço ainda: Super Yoga, Body Balance, Mat Pilates, Alongamentos, Musculação específica para o Triathlon, GAP porque Triatleta c bumbum caído NÃO PODE! os complementos que me dão músculos, flexibilidade e equilíbrio Fiz ginástica artística e finalmente o Triathlon! Trabalho na minha empresa social, sou mestranda, tenho casa, família e três BudSolSnow: GOLDEN RETRIEVER FAMILY!!

Só o Triathlon substitui a dança. Deve ter bailarina arrancando a redinha do coque, se descabelando toda por aí! Não sou a única ex-bailarina triatleta. Tampouco chego na francesinha da unha do pé de Fernanda Keller, mas ela também dançava e encontrou o Triathlon. Neste tri esporte, como na dança, é preciso duas ou três horas por dia de prática para tirar o melhor do seu corpo. Como eu sempre dancei, precisava de um esporte que me desafiasse neste ritmo. O Triathlon me achou. Eu, diferentemente da Fe Keller Oficial, ainda estou procurando por ele! Nos esforçamos! Sou do tipo esportista S/A, como você aí, amador! A gente não vive do esporte, eu até trabalho para ele, mas o nosso desafio é encaixar a rotina de treinos e descansar carregando pedra, estou errada?

Hoje, tenho um projeto social que apoia projetos de esporte e sustentabilidade. É um lindo trabalho em rede, ganhamos escala na geração de impacto social trabalhando assim. Conto os erros e acertos dessa jornada e convido entrevistados fantásticos para você descobrir o seu jeito para ter o negócio e a vida que ama, tá? Eu prometo!

Eu apoio negócios sociais no Rio de Janeiro.

Gente eu já fiz até Fiz comerciais de TV!!!

Tive minha primeira filha (de duas) aos 19 anos. Fazia como? Brincava de boneca, não é mesmo, amiga internauta? Fala sério (mãe!) Mas eu queria ser mãe, e daí? Amo cuidar e amar as pessoas e os animais. Canceriana, com lua em escorpião e ascendente no meu oposto, Capricórnio, afe é bom que dá uma equilibrada. Os opostos se atraem. Gosto de viver com paixão, experimente apaixonar-se, por alguém também, mas por cada milésimo de tempo. Não estou falando de ilusões, estas sim trazem sofrimento!

Aprender, e ensinar, sobre gestão da emoção é uma brincadeirinha legal, a gente vai jogar isso aqui também. Ah… Fui gerente no varejo de moda e professora de dança!

Mas o que isso tem a ver? 8) é que Adoro moda! É para explicar minhas selfies de looks 🙂

Ah… você quer saber de papel? precisa daquele método cartesiano de empresa que exige cópia do diploma? Ok, oK! Sou formada em Jornalismo. Que bom! Porque já senti na pele o peso de um papo, de praticar a escuta em uma entrevista. Pode lhe render quatro anos de estudo. É estudo, ver, ouvir e ler entrevistas e artigos é Educação continuada! Você vai testar essa tese aqui.

Aí me chamaram de executiva de Comunicação, parece um cargo bonito. Status? você quer? Aqui tem! é um local de descobertas, para transitar, experimentar o potencial da nossa mente, testar nossa capacidade de produção, nossas vocações, conhecer as fronteiras da resiliência humana, falar de negócios e porque não de negócios que a gente gosta, capazes de mudar a nossa vida e a vida de quem a gente ama?

Essa inquietação e um desejo pelo protagonismo social, me fez estar aqui!

Guia do Athleta é ainda um projeto, mas o Mentes de Ferro TV o meu programa vai estar on line a qualquer momento – um local para criar do seu jeito a vida que você ama.

Pessoas comuns a fim de ter a vida que a gente realmente deseja? Trabalhar com o que se gosta, e uma vida com qualidade e paixão? Ahhh amigo internauta, a gente tá como? Juntos nessa!

Não esquece de se inscrever no meu site, é… este aqui mesmo e já se antecipe e subscribe também no Mentes de Ferro TV

Partiu? Não… fica aí!!

clipping-MF-porGABRIELAHERMES